Biografia

Esta página contém um pequeno e absurdamente resumido texto sobre as experiências mais relevantes de minha vida pessoal e profissional. Você pode clicar nos links abaixo se quiser navegar diretamente a um período específico.

1977-1995 | 1996-2000 | 2001-2006 | 2007-2011 | 2012-2013 | 2014-

Veja também: Minha Vida em Gráficos

1977-1995

Voltar

A Voyager é o objeto criado pelo homem lançado à maior distância até hoje, ultrapassando os limites do Sistema Solar. O primeiro filme da trilogia original de Star Wars mudou a forma como os filmes de ficção científica eram feitos e se tornou desde sua estréia um grande sucesso. O Apple II, um dos primeiros computadores modernos existentes, tinha apenas 4 Kilobytes de memória. O disco mais importante do movimento Punk Rock é “Never Mind the Bollocks” dos Sex Pistols.

Que relação tem esses importantes eventos com a minha biografia? Todos eles aconteceram em 1977. Neste mesmo ano, no automobilismo, Airton Senna ganhou o campeonato sul-americano de Kart e o falece o piloto brasileiro José Carlos Pace. O Brasil também enfrenta uma grande perda com a morte da escritora Clarice Lispector e o mundo perde Elvis Presley.

Igor Alcantara, bebê
Quando bebê eu até que tinha alguma beleza.

Era um sábado de lua cheia quando em 07 de maio deste importante ano de 1977 eu nasci, na pequena cidade de Janaúba – MG. Com menos de um mês de vida eu já havia feito duas viagens e me mudado para uma outra cidade maior: Montes Claros. Isso já era um sinal de como seria minha vida: com muitas viagens e mudanças.

Aos três anos de idade meus pais se separaram e perto de completar cinco anos eu, minha mãe e avós nos mudamos para Brasília-DF, cidade que considero minha verdadeira terra-natal e onde vivi a maior parte da minha vida. Morei quase initerruptamente no Planalto Central até o ano de 2001, período interrompido apenas três vezes, entre 1986 e 1987 quando morei em Fortaleza-CE, parte de 1996 e parte de 1997 época em que residi em Boa Vista-RR e durante seis meses em 1998 que passei em Marília-SP.

Foi aos 11 anos de idade que fiz meus primeiros cursos na área da programação e descobri minha vocação. Naquele e no ano seguinte estudei tecnologias como Basic, Cobol, DBase III e Clipper. Foi neste mesmo ano que encontrei outra minha grande paixão: a literatura. Descobri que escrever seria um dos meus maiores hobbies para o resto da vida.

Lembro-me que ainda não tinha 11 anos completos quando escrevi meu primeiro conto “A Flor de Moscou”. A estória usava a longa vida de uma bela flor para contar importantes eventos da História daquele país, da época dos Czares aos tempos áureos do comunismo, passando por grandes guerras e acontecimentos.

A Rússia, inclusive, sempre despertou minha admiração. Foi aos dez anos de idade, em 1987, quando por acaso tomei por empréstimo uma coletânea de contos russos da Biblioteca do INL (Instituto Nacional do Livro). Apaixonei-me deste o início por gênios literários como Dostoiesvki, Gogol e Tolstoi. Foi, inclusive, ao ler este livro que decidi tornar-me escritor.

1996-2000

Voltar

Medicina
Eu, ao centro segurando uma cabeça, com colegas de faculdade

Devido a diversos motivos fiz um pequeno desvio do que seria minha verdadeira profissão. Fui aprovado no vestibular para o curso de Medicina e estudei por quatro anos passando por três diferentes universidades: duas federais (UnB e UFRR) e uma particular (Unimar), essa última por apenas seis meses.

Fiz grandes amigos neste período e conheci muitos lugares, viajando por quase todo o Brasil, além de outros países como Venezuela, Guiana e Argentina. Igualmente me aventurei pela música, participando de várias bandas, dentre as quais destaco: The Clairvoyant, Cyclops, Pshyco Shadows, Seven e Midsummer, essa última juntamente com alguns dos melhores amigos que já tive em minha vida. Como apaixonado por cinema também tentei uma fracassada carreira de diretor, chegando a escrever o roteiro de filme que nunca teve as gravações terminadas.

Midsummer
Ensaio da banda Midsummer. Eu estou com a camisa listrada

Hoje em dia lembro-me pouco do que aprendi nos quatro anos da faculdade de Medicina, mas alguns benefícios levarei comigo para sempre. Além das experiências vividas, desenvolvi uma metodologia eficiente de estudo que é importante em minha atual carreira. Foi nesta época que criei o hábito de não dormir mais que cinco horas por dia, além da doença de não conseguir ficar muitos minutos sem produzir algo.

1997 representou um dos meus maiores períodos criativos, onde eu compus mais de vinte músicas e escrevi meu melhor livro até aquele momento “O Dia em que Deus Chorou”. Este livro só foi lançado 14 anos depois, em 07/07/2011. Clique aqui para conhecer esse livro.

Por fim no ano 2000 tomei uma das mais acertadas decisões de minha vida e finalmente abandonei a faculdade de Medicina, dedicando-me totalmente à uma atividade que então só executava nas horas vagas: a programação.

2001-2006

Voltar

O ano de 2001 marcou o início do meu primeiro casamento e minha mudança para o estado de SP, onde fui em busca de um melhor mercado profissional. Após quatro anos da não concluída faculdade de Medicina, consegui finalmente cursar algo que me interessasse, graduando-me em 2005 no curso de Administração de Banco de Dados da Faculdade Veris IBTA.

Os primeiros anos foram muito difíceis. Quando me mudamos para São José dos Campos, tínhamos todos os nossos bens (roupas, computador e uma TV velha) dentro de um carro caindo aos pedaços. Não conhecíamos ninguém na cidade, não tínhamos casa para morar e nem emprego. No começo moramos dentro do carro até conseguirmos trabalho e renda para alugar um imóvel.

Foi uma época onde soube de perto o que é passar fome. Algumas vezes passando mais de um dia sem ingerir nada. Apesar de sofrido, estes primeiros anos por terras paulistas foram de fundamental importância para que eu aprendesse a dar valor a coisas que realmente valem a pena.

Esse foi o período mais importante na minha carreira até então, foi onde passei pelo maior número de clientes e comecei a realizar viagens periódicas aos Estados Unidos em diversos projetos relacionados principalmente com as àreas de ERP e Business Intelligence. Em 2005 conheci uma das cidades mais belas e agradáveis que meus olhos puderam presenciar: Boston. Depois outras vieram em sequência como Nova York, Atlanta, Cincinnati, Saint Louis, Jacksonville, Miami, Salt Lake City, Los Angeles, Dallas, Houston, Washignton D.C. e muito mais.

Times Square
Times Square, New York

Neste período tive a alegria de me tornar articulista da revista MSDN Magazine (hoje chamada de .Net Magazine), tendo o primeiro artigo estampado a capa da revista e gerado muitos comentários e elogios na comunidade.

O ano de 2006 me reservou uma grande felicidade com o nascimento da minha primeira filha. Esse foi, assim como o anterior, um ano de grandes conquistas profissionais. No ano seguinte, em 2007, teve fim o meu primeiro casamento.

Participei juntamente com três amigos da competição Imagine Cup, patrocinada pela Microsoft, e tivemos a felicidade de termos nosso intenso trabalho e grande esforço reconhecidos ao ganharmos o prêmio como terceira melhor equipe do Brasil. Infelizmente não chegamos à vitória tão desejada, mas foi uma grande experiência.

Imagine Cup
Imagine Cup

2007-2011

Voltar

O período da minha vida onde mais realizei viagens foi o ano de 2007, com um total de oito voos para os Estados Unidos e México. Foi um ano muito importante em minha carreira, pois também representou uma mudança onde pude me dedicar exclusivamente à empresa em que trabalho hoje, com quem já trabalhava parcialmente desde 2005. Foi igualmente em 2007 que comecei minha recente carreira de professor na Faculdade Veris IBTA. Já havia dado aulas dos mais diversos assuntos, de química a anatomia, mas oficialmente em um curso superior foi a primeira vez. Essa tem sido uma grata experiência, pois o contato com os alunos me mantém atualizado. Além disso, é um imenso prazer ajudar um pouco na carreira e no futuro de outras pessoas.

Ainda no ano de 2007, dei um importante passo ao conhecer a pessoa com quem casei pela segunda vez. Juntos ficamos até o dia em que nossas vidas seguiram caminhos distintos, mas a amizade durará para sempre.

Alegria comparável a de ser pai é apenas a de ser pai pela segunda vez. No ano de 2008 nasceu meu segundo filho, em uma noite estrelada do mês de Março. Junto com minha filha, essas duas pequenas pessoas representam a inspiração de cada dia de minha vida.

Por fim, em 2010 comecei o projeto de um novo livro “Sonhos e Delírios“, escrito em formato de blog e publicado em Abril de 2011. No mesmo ano, o processo de digitação do antigo manuscrito de “O Dia em que Deus Chorou“, livro lançado 14 anos depois de escrito.

2012-2013

Voltar

O ano de 2012 começou já se mostrando um período de recomeço e de redescobertas. Logo no início reencontrei uma amiga a quem não via desde 1993 e que foi o grande amor de minha adolescência. Finalmente, depois de tantos desencontros que a vida nos proporcionou, nos vimos novamente por uma grande coincidência e juntos estamos, felizes como nunca. Em 2012 também publiquei meu terceiro livro, Hendecágono, que resgata o estilo inicial de minha literatura: contos sobre pessoas solitárias.

Casamento
Terceiro, e definitivo, casamento

Em 2013 me casei com a mulher por quem fui apaixonado 20 anos antes e que sou ainda mais hoje em dia. Neste mesmo ano publiquei dois livros, sendo que um deles foi feito exclusivamente para esta mulher a quem tanto amo. A referida obra tem a tiragem de apenas um exemplar, feito como presente de aniversário para minha esposa. Antes mesmo desta obra, também no ano de 2013, publiquei o romance Trinta e Três, que se passa no Brasil entre o final da Segunda Guerra Mundial e o período do Regime Militar.

2014-

Voltar

Neste ano mudei-me em definitivo para os Estados Unidos, fixando residência em Los Angeles, Califórnia. Por este motivo, iniciei o processo de publicar meus livros na língua inglessa, começando por “Sonhos e Delírios” que ganhou o título “Dreams and Delusions”.

Além disso, voltei com um projeto começado no ano anterior, o Literofobia, um podcast literário onde falo principalmente de literatura clássica, mas não me limitando a isso. É comum entrevistas jovens escritores e falar sobre suas obras. O projeto avabou em 2016, mas continuo ativo na mídia podcast.

Também passei a me fazer parte de outros podcasts como o Mundo Freak, sobre mistérios, eventos sobrenaturais, ufologia e mais um monte de coisas; e o Tema Cast, que aborda todo tipo de assunto, mas que se foca em História e Biografias.

Em 2015 a vida me dá mais uma presente. Nasce em Los Angeles minha terceira filha, Barbara, que trouxe luz e alegria para casa. Tem sido uma grande aventura vê-la crescer! :)

Entre o final de 2015 e início de 2016 me mudei de Los Angeles para Boston onde comecei novos desafios, agora mais voltado à minha carreira de cientista de dados, focado especialmente em meu principal e praticamente único cliente nestes últimos dois anos: a Universidade de Harvard. Tenho podido contribuir muito em diversas iniciativas lá, mas principalmente, tenho aprendido bastante.

Comments are closed.