A Avó Doente

Uma amiga minha tinha a avó doente em um hospital. Fomos visitá-la e a senhora estava muito deprimida, pois tinha certeza de que iria morrer devido a alguma doença grave e que todos escondiam o problema dela de modo a nío preocupá-la. A verdade é que ela realmente nío tinha nada de errado, mas como era muito hipocondríaca, sempre imaginava o pior.

Foram vários minutos de conversa até convecê-la de que ela realmente nío tinha nada e que logo estaria de volta em casa. Chegou então a hora da despedida, o clima era de alegria e descontração. Até que eu, claro, estraguei tudo. Enfatizo aqui que não tive essa intenção, foi um “acidente”. Cada um dos presentes chegou à ela e se despediu com palavras de alegria e conforto e não quis deixar por menos.

Eu então aproximei-me dela com o intuito de dizer “fique com Deus”, mas não sei porque saiu “vá com Deus”. Era o que bastava para ela voltar à depressão. Todo o trabalho de convencê-la de que ela estava bem foi por água abaixo. A velhinha de novo achou que ia morrer e que as pessoas a escondiam a verdade. Pedi desculpas, mas era tarde demais. Percebi que o melhor era sair discretamente.

Comments are closed.